terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O DEUS ETERNO

Se o Deus vivo, o Criador dos céus e da terra, é o teu Deus que importância poderá ter ainda a tua ansiedade ou o teu temor perante o futuro? A tua dor é grande e o fardo que suportas enorme, o abatimento começa a dominar a tua vida e as tuas forças enfraquecem… Lembra-te, o teu Deus vive e, por maior que sejam o teu fardo, a tua dor e o teu abatimento, maior é o Seu poder e o Seu amor para contigo.
Talvez haja uma “mancha” na tua vida que não consegues fazer desaparecer? Não sabes que Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados, e que o Seu sangue vertido na cruz do Calvário nos purifica de todo o pecado? Não há uma única falta na tua vida que Ele não tenha apagado com o Seu sacrifício na cruz.
E a enorme crise com que nos debatemos, crise financeira, crise social, crise moral e crise espiritual?… Pensa bem, poderá acontecer algo fora do que Deus determinou?
Mas é isso mesmo que tu não compreendes: Se Deus tem todo o poder e é soberano absoluto sobre tudo e sobre todos, como explicar então todo o sofrimento e aflição que assolam o mundo?
Sabemos que tudo isto é consequência do pecado e da desobediência dos homens. No entanto, Deus seria ainda Deus, o Criador e Senhor do universo, se tu pudesses compreender e explicar tudo aquilo que Ele faz e determinou no Seu eterno conselho? Se conseguisses compreender e explicar tudo o que acontece na tua vida e à tua volta no mundo, não seria esse “deus” um “deus” à tua imagem e sem transcendência?
Poderias ainda confiar e descansar nesse “deus” perfeitamente compreensível e explicável?

Pastor Celestino Torres de Oliveira