terça-feira, 27 de janeiro de 2015

A ÚNICA ESPERANÇA

Como é grande a desorientação que inspira e controla o mundo dos nossos dias! Vive-se sob o domínio de um relativismo filosófico que nega e se opõe a qualquer noção de verdade absoluta. É natural que cada vez seja maior a anarquia política e o caos social, com todas as suas repercussões nas diferentes áreas da vida humana.
No meio de todo este relativismo, também espiritual, para o qual todas as religiões estão ao mesmo nível, e se busca um sincretismo que englobe a todas elas, é natural que a superstição inerente à natureza humana decaída, venha à superfície e se revele nas inumeráveis multidões que são atraídas por todos aqueles que garantem oferecer a solução para os problemas que afetam o quotidiano de cada um. Muitos trazem um amuleto ao peito ou suspenso no seu automóvel!... Mas nada disto pode satisfazer verdadeiramente!
De facto, quer os homens creiam ou não, Deus existe! Ele é o Criador e Sustentador dos céus e da terra. Por isso mesmo, a vida humana só tem sentido quando orientada para Deus, na busca da Sua glória e na obediência à Sua vontade.
Neste novo ano, a missão das igrejas cristãs continuará a ser a de iluminar um mundo cada vez mais tenebroso, trazendo esperança ao coração daqueles que vivem no deserto árido e desolador que lhes é oferecido por toda a espiritualidade pagã e por toda a filosofia ateia e relativista.
Jesus Cristo veio ao mundo para libertar os homens de toda a escravidão filosófica e espiritual em que se encontram. Ele veio ao mundo para testemunhar da Verdade absoluta, e para com Ela nos tornar homens e mulheres verdadeiramente livres!
Pastor Celestino Torres de Oliveira