Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2018

A infiltração Nicolaíta

Nalgumas das cartas ás igrejas da Ásia, o Senhor Jesus alerta os pastores e as respetivas igrejas para o perigo da infiltração nicolaíta no seu seio (Ap.2:6, 14-16,20-24). Em que consistia tal perigo? Essencialmente numa conformação com a sociedade pagã no meio da qual vivia a igreja. Algumas igrejas tinham-se deixado seduzir pelas filosofias em voga no império romano e pensavam que o ser cristão não implicava um corte radical com a vida passada e com toda a idolatria e licenciosidade carnal. Tal pensamento e tal vivência eram abomináveis aos olhos de Deus. Infelizmente, a tendência nicolaíta, revestida de roupagens modernas, é bem evidente nas igrejas dos nossos dias. Quantas cuidam ser cristãos, querem ser membros ou são já membros das igrejas, e vivem no seu dia a dia plenamente conformados com as tendências modernas deste mundo, em total oposição á vontade revelada de Deus para a vida humana, nomeadamente nas áreas das relações familiares, laborais e profissionais. Para já não fal…

"Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste, até que do meio seja tirado" (II Tessalonicenses 2:7)

Muito se tem especulado acerca deste "um que agora resiste"; os crentes de Tessalónica por certo sabiam a quem se referia Paulo (vs.5 e 6), mas nós não o sabemos, podemos apenas especular e dar sugestões... No entanto, este versículo talvez nos dê uma pista para a causa da imensa degradação e corrupção que se torna cada vez mais visível na sociedade em que vivemos. Todos nós sabemos que a corrupção faz parte integrante de toda a natureza desde a queda do homem em Adão. Sempre houve épocas de maior decadência e imoralidade. Atualmente, porém, com o imenso desenvolvimento das novas tecnologias, quase sempre ao serviço da corrupção moral e espiritual, a situação torna-se praticamente irreversível e só nos resta esperar que o Senhor venha pôr termo a toda esta perversidade satânica. O versículo que lemos levou-nos a refletir na função da Igreja neste mundo como sal que evita a corrupção. Embora a Igreja ainda não tenha sido tirada do mundo, o facto é que não a vemos reagir como …

Supremamente felizes ou infelizes

Bem-aventurado...

Ao longo da semana que passou pudemos meditar numa série de bem-aventuranças que são o privilégio dos filhos de Deus: Em primeiro lugar, Deus nos escolheu e nos fez chegar a Ele. Na verdade, foi Ele e não nós Quem nos fez povo Seu e ovelhas do Seu pasto. E não há maior bem-aventurança do que esta. Contudo, esta bem-aventurança tem ainda outras consequências maravilhosas para nós. Com efeito, as nossas transgressões e os nossos pecados são perdoados em Cristo Jesus, cobertos pelo Seu sangue vertido na cruz do Calvário. Nós somos agora o povo cujo Deus é o Senhor e toda a nossa esperança está posta no Senhor nosso Deus. É certo que, por vezes, não vemos no nosso viver quotidiano os efeitos maravilhosos de todas estas bem-aventuranças, mas o verdadeiro filho de Deus não firma a sua confiança naquilo que vê, nas suas próprias experiências, ele crê na Palavra de Deus, crê em todas as promessas do Senhor, esperando pacientemente o cumprimento dessas promessas no tempo determinado pelo própr…

"Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. (II Timóteo 3:5)

Paulo alerta Timóteo para os perigos inerentes aos últimos dias, e entre as características que definem os homens que viverão nesses dias salienta que terão urna aparência de piedade, mas negarão pela sua vivência a eficácia dessa piedade. É que a graça de Deus renova o coração e a mente do homem, tornando-o em Cristo urna nova criatura. Não basta vir à igreja, não basta louvar a Deus ruidosamente e com todo o aparato exterior proveniente da euforia carnal, é necessário que no quotidiano a nossa vida manifeste o fruto do Espírito (Gál .5:22). Esta realidade é tão importante que o Senhor Jesus não deixou também de salientá-la várias vezes, leia-se por exemplo Mateus 7:20-23! O que importa é viver de um modo agradável a Deus, buscando a santificação sem a qual ninguém verá ao Senhor; e não vivendo numa total conformação com o mundo, imitando as práticas dos ímpios, trazendo para o seio das igrejas as suas músicas e a sua maneira de estar e de agir, renovando assim no "santuário&quo…

Bem aventurado aquele que Tu escolhes...

Convicções

É fundamental que tenhamos convicções e que essas convicções se alicercem nos ensinos da Escritura. As convicções são necessárias para que tenhamos paz e segurança em todas as circunstâncias da vida, mesmo nas maiores adversidades, e também para que não andemos de um lado para o outro, de congregação em congregação, buscando certezas que só a Bíblia nos pode dar, porque Ela é a Palavra de Deus. Nós somos Baptistas não por tradição, mas por convicção, e por isso também somos conservadores, pois a Palavra de Deus e os Seus ensinos são imutáveis, permanecem firmes e inalteráveis de geração em geração. Seria bom que os crentes conhecessem de tal modo a Bíblia que pudessem dar sempre as razões da sua fé e das suas convicções a quem lhas pedisse. Há crentes que aparentam ter muita força espiritual enquanto tudo é agradável e próspero na sua vida, mas claudicam e abalam completamente quando surgem os problemas e as adversidades. Porquê? Porque, de facto, não tinham convicções bíblicas, pertenci…