quarta-feira, 19 de agosto de 2009

87º Aniversário - Culto de Acção de Graças

No passado dia 16 tal como anunciado teve lugar um Culto de Acção de Graças pela passagem do 87º aniversário desta igreja.
Embora muitos irmãos estivessem ausentes devido ao período de férias e de acampamentos bíblicos, outros irmãos que devido às suas avançadas idades nem sempre podem estar presentes, deram-nos a alegria de poder estar conncosco nessa tarde.
O Coro da Igreja (também com membros ausentes) participou no culto.
No "link" http://www.youtube.com/watch?v=tlYuM2cbUhI poderão um momento da sua participação com 2 hinos: "Ó Deus Eterno Ajudador" e "Tabernáculo".

terça-feira, 11 de agosto de 2009

A GRANDE TENTAÇÃO


Infelizmente é demasiado comum nos nossos dias a proclamação de um evangelho adulterado, com promessas de prosperidade, de sucesso infalível, de cura garantida para todas as doenças, um evangelho sem exigências espirituais de arrependimento e santificação, sem provações nem sofrimento, enfim, um “evangelho” adaptado à mentalidade do homem natural, indicando um caminho largo, em conformidade com os desejos da carne… Sabemos, pelo ensino do nosso Mestre, onde vai ter esse caminho largo. Este “evangelho” barato produz “crentes” superficiais, interesseiros e que rapidamente se desiludem quando não obtêm tudo o que lhes foi prometido. No entretanto, não deixaram de introduzir nas igrejas os seus gostos, o seu modo de pensar, os seus métodos, numa palavra, a mundanidade.
Estamos, portanto, perante um cenário que nos revela uma espécie de “evangelização em sentido contrário”, ou seja, a mundanização das igrejas que se abrem cada vez mais ao espírito do século, que cada vez mais se conformam com os gostos e o modo de viver do homem natural, ficando totalmente receptivas a todas as correntes e novidades do momento, felizes por verem que assim conseguem aumentar substancialmente o número dos seus membros…
E é neste cenário religioso que se desencadeia a maior tentação que pode assaltar as igrejas que ainda permanecem indicando e ensinando aos homens o caminho estreito da renúncia e da fidelidade a Cristo e à Sua cruz, as igrejas que procuram manter nos seus cultos uma alegria saudável e espiritual, plena de reverência e da dignidade que convêm ao louvor e à adoração que são devidos ao nosso Deus. Qual é esta tentação? Ela passa pelo aparente dilema que impõe uma decisão reveladora! Permanecer no caminho estreito ensinado por Cristo no Evangelho bíblico, mesmo que diminua o número dos seus membros… Ou enveredar pelo caminho largo, garantindo assim grandes congregações?...

Pastor Celestino Torres de Oliveira

terça-feira, 4 de agosto de 2009

ANIVERSÁRIO

Querendo Deus, no próximo dia 16 de Agosto, às 16 horas, terá lugar na 1ª Igreja Baptista de Lisboa um Culto de Acção de Graças pela passagem do 87º Aniversário da Igreja; estará connosco o Pastor Jorge Leal da Igreja Baptista das Boas Novas (Amadora) para nos entregar a mensagem.

À LUZ DO NOVO TESTAMENTO

A. Princípios orientadores para o Culto Cristão
1) Em espírito e em verdade
2) Sem confusão, com harmonia ou paz
3) Tudo deve ser feito com decência e ordem
4) Deve haver reverência e temor ou piedade
5) O alvo é a edificação de todos

B. Partes constituintes do Culto Cristão
1) Leitura das Escrituras
2) Ensino e prégação
(antes de estar completa a Revelação no Novo Testamento incluía as profecias, eventualmente em línguas desconhecidas com interpretação)
3) Orações
(acções de graças, petições, intercessões…)
4) Cânticos espirituais
(salmos e hinos)
5) Celebração de baptismos e da Ceia do Senhor
(“o partir do pão”)


Pastor Celestino Torres de Oliveira